segunda-feira, abril 29, 2019

Banana Motherfucker (2011)

"Co-bananizado" por Pedro Florêncio e Fernando Alle, "Banana Motherfucker" é uma autêntica preciosidade muitas vezes esquecida e subvalorizada no panorama nacional. Irrepreensível a nível técnico e visual mesmo no meio do caos "bananífico" que é montado entre inúmeras homenagens escancaradas a vários clássicos do cinema de terror - de "Nightmare On Elm Street" a "Jaws" -, editado e montado para funcionar na perfeição primeiro numa branda ebulição de contexto e, posteriormente, num ritmo frenético suportado numa sonoplastia que funciona às mil "bananavilhas", "Banana Motherfucker" é um irresistível Banana Split numa tasca de serra que ninguém conhece mas onde se come melhor (e mais barato) do que em qualquer restaurante com estrelas Michelin da capital. Não sejam bananas e espalhem a palavra!

domingo, abril 28, 2019

Por falar em vícios...

sábado, abril 27, 2019

sexta-feira, abril 26, 2019

Bem-vindo ao futuro!

quinta-feira, abril 25, 2019

Papá Wrestling (2009)

O primeiro anti-herói português que me vem à memória numa curta-metragem onde Fernando Alle começava a mostrar alguns dos artifícios de estilo - cabeças que explodem, membros arrancados e intestinos que servem sempre para qualquer coisa num cocktail despreocupado de gore e paródia - que recentemente aprimorou (e de que maneira) em "Mutant Blast". O "general" Clemente Santos torna-se o pai com o qual todos um dia fantasiámos quando nos fizerem "aquele poste" na escola e "Papá Wrestling" um mini-fenómeno de culto com uma personagem que sobrevive ao peso do tempo e que podia muito bem ser usada em tantos outros cenários - como neste brilhante anúncio.

quarta-feira, abril 24, 2019

How do you spank a superhero?

terça-feira, abril 23, 2019

Nas Nalgas do Mandarim - S06E06

segunda-feira, abril 22, 2019

Tic tac tic tac HBO

domingo, abril 21, 2019

Mutant Blast (2018)

O maior feito de "Mutant Blast" é conseguir surpreender o espectador com um produto muito mais complexo, divertido e ousado do que aquilo que o material promocional anunciava ao mundo. O português Fernando Alle transporta a irreverência reconhecida de pequenos projectos de "culto" como "Papá Wrestling" ou "Banana Motherfucker" para o grande ecrã, com o selo sem preço da Troma de Lloyd Kaufman, valores de produção irrepreensíveis para o certamente baixo orçamento em questão e a segurança de um elenco onde Maria Leite brilha e Pedro Barão Dias primeiro estranha-se, mas depois entranha-se (e bem). Para (re)descobrir, de preferência numa sala bem composta, onde o seu groove rapidamente se tornará contagiante entre os presentes. Viens ici maintenant, Jean-Pierre!

sábado, abril 20, 2019

Good job, Netflix.

sexta-feira, abril 19, 2019

Nalgas Flash Review: Avengers Endgame

quinta-feira, abril 18, 2019

George Lucas in Love

quarta-feira, abril 17, 2019

Close (2019)

Escrito e realizado pela jovem britânica Vicky Jewson directamente para estreia na Netflix, "Close" revela-se um produto de acção desesperante de tão óbvio e previsível que se vai tornando com o desenrolar da trama. A madrasta aparentemente tão má e cruel que, claro, afinal de contas não era a vilã; uma guarda-costas com problemas pessoais que, admire-se, reflecte na sua missão os traumas de uma maternidade falhada; as armas que disparam e as que ficam por disparar; os erros, os bandidos maçaricos, as vítimas óbvias. Tudo visto um sem número de vezes, colocando performances interessantes q.b. como as de Noomi Rapace, Sophie Nélisse e Indira Varma num frouxo e opaco recipiente que não ousa nunca ser panela de pressão.

terça-feira, abril 16, 2019

É o bixo, é o bixo!

segunda-feira, abril 15, 2019

domingo, abril 14, 2019

Jim Carrey as Dr.Robotnik? All in.

sábado, abril 13, 2019

Game of Thrones (S7/2017)

O principal trunfo desta penúltima temporada em relação às anteriores é a forma muito mais acelerada como tudo acontece. Culpa - positiva - de deslocações entre A e B quase instantâneas, sem percalços de viagem e, claro, de um leque muito inferior de personagens-chave em relação ao passado que conjugam agora, quase unidas, toda a narrativa. O foco no feminino cada vez mais acentuado, duas batalhas épicas filmadas e montadas sem medo dos detalhes, por mais artificiais que fossem - dragões em pleno combate -, a tão aguardada união entre Jon e Daenerys e, para encerrar em beleza, um episódio final repleto da mais demoníaca e cruel Cersei. Talvez a melhor temporada até ao momento do universo criado por George R. R. Martin mas que, ironicamente, já pouco teve a ver com ele. Expectativas altíssimas para a última - antes de todos os spinoffs que certamente aparecerão para continuar a ordenhar esta vaquinha milionária - temporada, que levará os fãs da saga ao céu... ou ao inferno.

sexta-feira, abril 12, 2019

Ser pai do Chadwick é tramado...

quinta-feira, abril 11, 2019

quarta-feira, abril 10, 2019

Louis CK em Lisboa

terça-feira, abril 09, 2019

Nas Nalgas do Mandarim - S06E05

segunda-feira, abril 08, 2019

Fahrenheit 451 (2018)

Quando o livro de Ray Bradbury foi lançado em meados do século passado, o impacto foi imediato: um manifesto contra a censura e as inquisições numa altura em que McCarthy começava a dominar os EUA. O tempo passou e a mensagem da obra evoluiu: uma mostra de como a televisão iria matar o nosso interesse pela literatura, imbecilizando as pessoas - "It is about people being turned into morons by TV", nas palavras do autor, entretanto falecido. Expectativas demasiado altas portanto para uma adaptação cinematográfica que prefere optar pela força da acção em cena em vez de explorar o impacto e a profundidade da mensagem. Ramin Bahrani - quem?!?... exacto! - toma sempre o passo mais fácil, em direcção ao blockbuster genérico, em torno do habitual arco do herói e do vilão, sem riscos nem grande alma. O coração está lá, a espaços, mas tudo o resto ficou na prateleira.

domingo, abril 07, 2019

Sim, sim, sim, que se lixe.

sábado, abril 06, 2019

Peter Mayhew (1944-2019)

sexta-feira, abril 05, 2019

Sobre os atrasos da HBO Portugal

Comigo estão à vontade. Nunca consigo ver o episódio de "Game of Thrones" menos de três dias após a estreia, seja por culpa dos miúdos, do trabalho... ou porque adormeço ao fim de dez segundos de Bran. Agradecia era um streamingzinho com menos pausas. E não, não é da ligação à internet. Netflix, Filmin e Amazon Prime correm na perfeição.

quinta-feira, abril 04, 2019

Will Smith vs Would Smith

quarta-feira, abril 03, 2019

All or Nothing: Manchester City (S1/2018)

Excelente aposta da Amazon que resulta numa série documental de altíssima qualidade sobre a temporada 2017/2018 da equipa de Pep Guardiola. Os métodos de treino e de funcionamento de um clube com uma estrutura colossal, com uma narração de elite de Ben Kingsley, acesso a um sem número de detalhes inimagináveis da vida pessoal e profissional de jogadores e staff, uma verdadeira lição de gestão e futebol para treinadores e dirigentes de todo o planeta. Quinze a zero à experiência da Netflix com a Juventus na mesma época; porque aqui não falta emoção nem desejo, palavrões ou discussões. Por mais controlado que seja o resultado final, eis um pedaço de história tratado de forma brilhante, a prova de como uma única pessoa pode mudar o mundo - pronto, uma equipa de futebol.

terça-feira, abril 02, 2019

The Revengers

segunda-feira, abril 01, 2019

Steven Spielberg dixit

"People have forgotten how to tell a story. Stories don’t have a middle or an end any more. They usually have a beginning that never stops beginning."

domingo, março 31, 2019

From the creator of... Lucy???