domingo, agosto 13, 2017

COMICuzinhos #9

sábado, agosto 12, 2017

Nalgas Flash Review: Pumpkinhead

sexta-feira, agosto 11, 2017

Dunkirk (2017)

A ordem no meio do caos, um épico de guerra moldado para todas as idades, uma sequência inicial fantástica, uma sonoplastia desvairada - que não deixa sentir a guerra, as suas explosões e os seus silêncios arrepiantes, mas antes transmite a pedrada que um tipo deve sentir depois de uma noitada de techno e drogas sintéticas numa discoteca do Bairro Alto - e uma manipulação irrepreensível do espaço e do tempo. Não é tudo. Visualmente, "Dunkirk" é um mimo, uma orgia deslumbrante de imagens que tornam quase todas as suas sequências no ar e no mar de uma credibilidade/realidade impressionante. O pior? Não há contexto político, não há background estratégico do que levou àquela situação - ou até da razão da tolerância bélica dos nazis numa situação de massacre fácil -, não há cuidado com as, chamemos-lhes, parecenças das massas - cerca de mil extras não chegaram, nem de perto nem de longe, para parecer os quatrocentos mil soldados que estavam em Dunquerque e, pior que tudo, não deixaram a personagem principal aliviar a tripa como pretendia desde os primeiros minutos. Não se faz.

quinta-feira, agosto 10, 2017

In David Fincher we trust

quarta-feira, agosto 09, 2017

COMICuzinhos #8

terça-feira, agosto 08, 2017

Nalgas Flash Review: Tickling Giants

segunda-feira, agosto 07, 2017

Alien: Covenant (2017)

Tal como "Prometheus", este regresso de Ridley Scott ao universo do "oitavo passageiro" deixa um sabor agridoce na boca: visualmente irrepreensível, bom ritmo, elenco competente q.b. - nada que se compare ao da prequela já referida, sem dúvida o seu maior trunfo na altura - mas, e trata-se de um grande mas, ostenta uma narrativa que, ainda que repleta de motivos de interesse, tanto a nível conceptual como dinâmico, revela-se de uma previsibilidade enorme, irritante até, que desilude o espectador com cenas - chamem-lhe minutos, se preferirem - de antecedência, destapando o lençol precipitadamente sobre cada gancho que se prepara para acontecer. Uma espécie de déjà vu induzido que não tem piada nenhuma, uma lástima xenomorfa num produto onde o que não falta é substância. Já chega Ridley, vamos guardar as boas memórias enquanto a coisa não descamba por completo.

domingo, agosto 06, 2017

Who Drew the Dicks?

sábado, agosto 05, 2017

COMICuzinhos #7

sexta-feira, agosto 04, 2017

Nalgas Flash Review: Bay of Blood

quinta-feira, agosto 03, 2017

Into the Forest (2015)

Vem uma desconhecida ilusionista que promete um dos maiores truques que o mundo já viu - aqui a premissa de um futuro não muito distante onde não há electricidade. Com duas mãos atrás das costas, a expectativa é gigante: o que terá ela de sublime preparado para nós? Junto a ela, duas assistentes de encher o olho, Ellen Page e Evan Rachel Wood. O que pode correr mal aqui? Nada, pensamos nós. Vem então a magia. Mão direita à frente e... nada. Eis uma hora repleta de promessas de algo dramático, violento até, que corre sem ritmo ou alma, onde pouco ou nada acontece. Do nada, aparece uma pomba - violação - no palco. Mão esquerda à frente - o terceiro acto, entenda-se - e, novamente, nada. O aftermath psicológico e emocional de um acto cruel, completamente indiferente à "renovada" realidade que as rodeia. Quase nenhumas palmas da plateia e uma máquina de fumo terminam o espectáculo. Olha que porra, Patricia Rozema.

quarta-feira, agosto 02, 2017

RTP disponibiliza Claxon

terça-feira, agosto 01, 2017

Citizen Trump

segunda-feira, julho 31, 2017

COMICuzinhos #6

domingo, julho 30, 2017

Nalgas Flash Review: Fritt Vilt

sábado, julho 29, 2017

Strangers on a Train (1951)

O conceito criminal que serve de mote ao enredo de "O Desconhecido do Norte Expresso" tem Hitchcock soletrado em todas as sílabas daquela inesperada conversa inicial numa viagem de comboio. Não admira, portanto, que o inglês tenha comprado os direitos de adaptação do romance de estreia de Patricia Highsmith assim que o livro ficou disponível; uma troca de crimes entre duas personagens, um homem tão louco quanto hábil, o caos, a chantagem, os diálogos agonizantes de tão umbráticos que são, o final em êxtase, imagine-se lá, num carrossel. Nem tudo é perfeito: o guião perde alguma consistência e torna-se demasiado conceptual na passagem para o terceiro acto; o que era tão complicado e sombrio, rapidamente - e facilmente, já agora - perde a nuvem que o ameaçava. Ainda assim, uma obra repleta do talento e de várias imagens de marca de Hitchcock, naquele que foi o último papel - e que papelaço - de Robert Walker, falecido poucos meses depois das filmagens, aos trinta e dois anos, devido a uma reacção alérgica a um medicamento. Uma morte inesperada que fulminou a carreira de um dos mais promissores e carismáticos actores da sua geração.

sexta-feira, julho 28, 2017

Está comprado, camaradas!

quinta-feira, julho 27, 2017

COMICuzinhos #5

quarta-feira, julho 26, 2017

Nalgas Flash Review: Contratiempo

terça-feira, julho 25, 2017

StartUp (S1/2016)

Para viveres como um fora-da-lei, tens que ser honesto. É com esta frase escarrapachada no ecrã que começa a série de Ben Katai, produzida para a Crackle - uma espécie de Netflix da Sony Pictures que começa agora a dar nas vistas. Um minuto depois do arranque, uma bela canzanada interrompida à patrão pelo elementar Martin Freeman, aqui agente corrupto do FBI. Um quarto de hora e já contei três cenas valentes de sexo. Crianças, isto não é para vocês. Dez episódios depois, o balanço é mais do que positivo: menos cheiro a borracha queimada mas muito mais emoção, explanada numa mão cheia de momentos arriscados onde tabus e expectativas não têm lugar. Adam Brody e Otmara Marrero ao reboque do tão sereno quanto frenético Edi Gathegi, um bandido haitiano com visão de empreendedor. O final é tão inesperado quanto caótico, lançando os dados para uma segunda temporada que contará com o conceituado Ron Perlman no elenco.

segunda-feira, julho 24, 2017

Clooney Coen

domingo, julho 23, 2017

COMICuzinhos #4

sábado, julho 22, 2017

Nalgas Flash Review: Phantasm

sexta-feira, julho 21, 2017

COMICuzinhos #3