domingo, maio 13, 2018

Nalgas Flash Review: La Casa de Papel

sábado, maio 12, 2018

Bright for Puppets

sexta-feira, maio 11, 2018

As Mamas da Clarke: S05E03

quinta-feira, maio 10, 2018

John Dies at the End (2012)

Todos sabemos que Don Coscarelli criou o seu próprio sub-género de culto como realizador e guionista, com dimensões alternativas repletas de situações atípicas, personagens maradas e objectos/criaturas invulgares. "John Dies at the End", a última aventura cinematográfica de Coscarelli, não foge à regra, arranca em grande estilo com meia dúzia de cenas deliciosas capazes de arrancar um sorriso ao mais sisudo dos cinéfilos, mas rapidamente perde-se na explosão descontrolada de ideias loucas da mente labiríntica por detrás do criador da saga "Phantasm". Uma comédia de terror sobrenatural com CGI de algibeira - o que, no fundo, faz parte do seu charme - onde Chase Williamson e Rob Mayes nunca parecem estar na mesma nota, num universo sem regras que acaba por sofrer disso mesmo; a certa altura, tudo parece demasiado aleatório para construir algo minimamente coerente ou, no mínimo, consistente. Ficam as homenagens a Sam Raimi e uma maçaneta de forma fálica. E não, John não morre no final.

quarta-feira, maio 09, 2018

Somebody to Love

terça-feira, maio 08, 2018

Nalgas Flash Review: Ready Player One

segunda-feira, maio 07, 2018

Direct to Blu-Ray

domingo, maio 06, 2018

Wild Wild Country (S1/2018)

Uma história bizarra sobre um culto religioso de origem indiana que montou a sua base numa pequena cidade no interior dos Estados Unidos da América e acabou por ser responsável por um dos mais graves ataques bioterroristas da história do país, esquemas de fraude em votações políticas e no acolhimento de milhares de sem-abrigos espalhados por todos os estados. Uma utopia de vida com vínculos fortemente sexuais, numa narrativa muito pouco convencional orquestrada e pensada de forma brilhante pelos irmãos Chapman e Maclain Way, que a dividem em seis segmentos de uma hora que misturam de forma muito homogénea e equilibrada imagens de arquivo com entrevistas recentes de pessoas-chave da seita - a mais importante, sem dúvida alguma, Sheela. Tudo montado de forma a criar uma gestão muito complicada de expectativas e opiniões por parte da audiência, na luta do bem contra o mal, da liberdade versus a opressão, da força da razão contra o tumulto do coração. Uma série documental altamente viciante, repleta de reviravoltas, sobre um episódio tão fascinante quanto desconhecido da história recente norte-americana.

sábado, maio 05, 2018

Nas Nalgas do Mandarim - S05E07

sexta-feira, maio 04, 2018

Diamantino Ronaldo

quinta-feira, maio 03, 2018

Streaming killed the Cinema Star

"As salas de cinema portuguesas perderam quase um milhão de espectadores até Abril deste ano, comparando com o mesmo período de 2017, segundo dados estatísticos do Instituto do Cinema e Audiovisual (ICA) divulgados esta quarta-feira." [JN]

quarta-feira, maio 02, 2018

As Mamas da Clarke: S05E02

terça-feira, maio 01, 2018

S1m0ne

segunda-feira, abril 30, 2018

Nalgas FR: Avengers Infinity War

domingo, abril 29, 2018

Chupem...

sábado, abril 28, 2018

Avicii: True Stories (2017)

Documentário realizado por um amigo próximo do sueco Tim Bergling, conhecido por milhões de admiradores como Avicii, este "True Stories" divide-se em três capítulos: o jovem génio por detrás da criação de alguns dos hits electrónicos mais revolucionários da última década; o desgaste provocado pela fama e pelos quase novecentos espectáculos em meia dúzia de anos um pouco por todo o mundo, todos eles submersos em álcool num ritual inevitável de descompressão de uma personalidade demasiado sensível para sobreviver ao negócio que foi criado ao seu redor - 250 mil euros por concerto e toda uma pressão para continuar quando já tinha decidido parar; e, por fim, numa breve nota de poucos minutos, o renascer de um jovem que procurava agora encontrar-se a si próprio depois de tantos problemas de saúde e ansiedade derivados da curta mas alucinante carreira que arrancara em 2011. Tudo, já por si, impressionante. Mas, depois do recente suicídio de Bergling, com um peso tremendamente mais avassalador. Afinal Avicii não se encontrou a si mesmo; porque nunca foi essa figura artística de palco, mas sim Tim, um músico de estúdio à procura do significado da vida e da felicidade, que várias vezes doou milhões aos mais necessitados - algo que decidiu ocultar neste documentário biográfico produzido e estreado em vida - mas que, citando Oscar Wilde, só percebeu, tarde demais, que a vida obriga-nos a pagar demasiado caro tudo aquilo que nos oferece.

sexta-feira, abril 27, 2018

As Mamas da Clarke: S05E01

quinta-feira, abril 26, 2018

quarta-feira, abril 25, 2018

Offside Lisboa

http://offsidelisboa.pt/
"Offside: Lisboa vai ter um festival de cinema dedicado ao futebol.Chama-se Offside Lisboa e terá a sua primeira edição já em maio. Quer juntar os amantes de cinema e de futebol, provando que quando a câmara filma a bola (ou o que a envolve), o resultado é mágico." [Observador]

terça-feira, abril 24, 2018

Révolution VHS (2017)

Imaginem que alguém vai fazer um documentário sobre os vossos queridos pais; vocês querem gostar à força toda e atiram-se a ele na expectativa de descobrir todo um mundo secreto e fascinante de um tempo em que vocês não passavam de um projecto. E foi exactamente com essa esperança que todos nos atirámos a este documentário francês que passou esta semana na RTP2. Infelizmente para a maioria, moi meme incluído, quase tudo em "Révolution VHS" cai num registo histórico informativo, quase educacional, sem grande chama nem criatividade, sem imagens de arquivo inesperadas ou aventuras fascinantes - acaba por ser mais deslumbrante ver alguns geeks que continuam, no presente, presos ao passado do que propriamente as suas histórias no pico do reino do Betamax e do VHS. Quaisquer dez minutos aleatórios de "Chuck Norris vs. Communism" valem mais do que esta hora revisitada por Dimitri Kourtchine.

segunda-feira, abril 23, 2018

Black Mirror: The Movie

domingo, abril 22, 2018

Luther (S1/2010)

Idris Elba numa personagem complexa, repleta de trunfos e duques. Ruth Wilson intratável numa figura que está para Luther como Moriarty para Sherlock. Tudo junto, uma série que longe de ser perfeita - demasiadas incongruências comportamentais de Luther na resolução dos casos apenas para conferir aquela conveniência útil no build-up emocional de cada episódio - consegue ainda assim agarrar o espectador com uma mão-cheia de decisões corajosas - a relacionada com o destino de Zoe, obviamente, no topo -, suportadas por um elenco secundário de excelência e uma cinematografia sombria e intensa.

sábado, abril 21, 2018

We are Venom

sexta-feira, abril 20, 2018

Dona Manuela

"Manuela é a espectadora mais fiel do São Jorge. “Comecei a vir aqui e comecei a conhecer pessoas, isso foi o mais importante”. Marca presença em todos os festivais e não falha uma sessão de abertura. “Só fui pela primeira vez ver um filme aos 34 anos porque nunca tinha dinheiro. Mas é a melhor coisa que há, ver filmes, espectáculos. O cinema é vida. É uma maneira de correr o mundo, de viajar, de ver poesia”." [Observador]