quinta-feira, outubro 23, 2008

Lynch sobre Product Placement

6 comentários:

Flying Dutchman disse...

Ora, nem mais!
E bom haver mentes em Hollywood como este senhor, que ainda sabem distinguir as coisas! :D
Abraço Knox

eradumvelhinho disse...

Grande Lynch!!Alguém que tem a coragem de dizer a verdade.

O problema é que o product placement não está só em força em Holywood. Veja-se os casos das séries.

DAGC disse...

Quando o Product Placement até nas séries e filmes nacionais está em voga, acho que já não há volta a dar ao fenómeno.

Pessoalmente o Product Placement "light" não me afecta muito. Pior é quando esse Product Placement é exagerado, tipo cenas feitas apenas para mostrar o produto, falas feitas apenas para elogiar o produto ou marca.

Agora quando ele é "light" tipo os carros da Nissan em Heroes... não me aquece nem arrefece... tinham de haver carros se eles são todos Nissan ou de várias marcas... a mim é-me indiferente. Não há nada neste tipo de Product placement que tenha sido feito especificamente para mostrar o produto.

Just my 2cents.

Cumps ;)

brain-mixer disse...

LINDOOO!
Epá eu adoro este gajo!
Mesmo que lhe dificultem os subsídios, ele vira-se para os produtores europeus. Assim nasceu por exemplo Mulholland Drive de uma série cancelada (e restou o piloto) ou o INLAND EMPIRE que não viu um tusto de Hollywood. Génio!

dianamatias disse...

so fucking nice!

Carlos M. Reis disse...

A verdade é que... estou com o DAGC. Para mim, o product placement é um mal menor, que evita muitos outros. Uma forma de arrecadar financiamentos, que até se pode tornar de culto: vejamos os Nike de Terminator ou Back to the Future. A mim, desde que não sobressaia mais aos olhos do que a cena em si, tudo bem. E o que seria dos Bond sem o "car placement"? ;) Cumprimentos a todos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...