segunda-feira, janeiro 07, 2008

III Globos de Prata CN - Banda Sonora

Banda Sonora de "The Fountain", de Clint Mansell.

"(...) Clint Mansell e o Kronos Quartet composeram uma banda-sonora com um tom... algo sci-fi punk. A forma como os sons mais agudos, as próprias melodias mais comuns que são usadas... tudo isso transpira um estilo diferente daquilo a que estamos habituados. Pessoal e diferente ao mesmo tempo. Mesmo as músicas mais épicas, (a incrível, emocionalmente resonante "Death is The Road to Awe") conseguem fazer o espectador sentir um pouco os sentimentos que as personagens devem estar a sentir naquele momento (...)" [F]

11 comentários:

brain-mixer disse...

Obviamente. Seria inconcebível referires outro senão este...
Um must. Ainda hoje, um ano depois vou ouvindo essa fenomenal sonoridade.

RC disse...

E deste ano, a banda sonora do "The Assassination of Jesse James..." é um luxo!

Daniela disse...

Deixo a sugestão tb da banda sonora de "Atonement", por Dario Marianelli, o mesmíssimo de Pride & Prejudice... para mim dos melhores!

Knoxville disse...

Edgar ;) Um abraço.

Ricardo e Daniela, ainda não vi nenhum dos dois, mas acredito na vossa palavra ;) Cumprimentos.

_Loot_ disse...

Este não surge como surpresa, uma banda sonora arrebatadora, uma excelente escolha na minha opinião.

Abraço

Gonçalo Trindade disse...

Obrigado pela referência, Knox (e eu que pensava que ninguém tinha lido essa análise :p... foi das primeiras que fiz no blogue)! É, de longe, a melhor Banda-Sonora do ano. O Clint Mansell é simplesmente um compositor de um talento enorme.

Grande abraço!

Knoxville disse...

Obrigado _Loot_ ;) Um forte abraço!

Gonçalo, eheh :) Um grande abraço!

RJ/KritiCinema disse...

Eu sei que vou ser perseguido pelos fãs de Aronosfski, mas "The Fountain" foi uma desilusão para mim.

No entanto, reconheço que a banda sonora é das melhores deste ano, nesse aspecto o filme não desilude, tem música belíssima!

Knoxville disse...

RJ, a malta aqui é pacifica ;) É fácil reconhecer que "The Fountain" é um filme de extremos, que funciona ou não funciona consoante o espectador. Um abraço!

syrin disse...

Ora, essa não conheço, mas recomendo-te este senhor aqui:
Uma boa parte da minha obsessão por BSG vem exactamente destas bandas sonoras geniais.

Knoxville disse...

Fica a recomendação Syrin ;) Beijinhos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...