domingo, outubro 18, 2009

What Just Happened (2008)

Em “What Just Happened”, o experiente Barry Levinson deambula as suas câmaras numa semana na vida de Ben, um outrora poderoso e conceituado produtor de Hollywood, agora numa espiral decadente da sua carreira. A duas semanas de estrear o seu mais recente filme em Cannes – e com várias questões ainda pendentes que prometem transformar a estreia numa catástrofe -, Ben ainda está a mãos com um possível caso amoroso da sua ex-mulher e com os problemas da sua filha adolescente, que parece precisar do pai mais do que nunca. Numa altura em que tanto a sua vida profissional como pessoal estão nas lonas, será que Ben vai conseguir resolver tudo e sair por cima?

Pânico em Hollywood” é uma sátira absolutamente inofensiva à indústria cinematográfica norte-americana, bem longe da genial manipulação política que Levinson tão bem ilustrou em “Wag the Dog”, uma película do mesmo estilo que, curiosamente, também contava com Robert De Niro num papel principal. Agora, e de forma aparentemente inexplicável, o realizador, ex-cómico de palco, responsável por obras-primas como “Rain Man” ou “Good Morning, Vietnam”, deixa-se levar por uma narrativa insonsa, onde nomes como Robert De Niro, Sean Penn, Bruce Willis ou John Turturro, entre outros, apenas servem para desfilar numa lista de créditos de luxo, limitados a âncoras narrativas tão supérfluas como a recusa de um actor em cortar a barba – a bom exemplo de Alec Baldwin nos anos 90. Um desperdício surreal de talento(s), que resulta na maior desilusão do ano.

2 comentários:

Jackie Brown disse...

Reconheco a análise da Take :)


Mas mesmo assim tenho curiosidade em ver. De Niro e Penn? Não quero perder.

Abraço

Anónimo disse...

O filme é fraco, mas tem o melhor desempenho do DeNiro em quase uma década.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...