terça-feira, novembro 10, 2009

Há tanto para oferecer, se ao menos dessem a oportunidade.


O Ante-Cinema entrevistou em exclusivo o realizador de "Moon", o britânico Duncan Jones. Para ler com atenção. Que tenha sido a primeira de muitas dos nossos colegas blogosféricos, que nós na Take não damos para todas e a "outra" prefere traduzi-las.

6 comentários:

Nuno Pedro Fernandes disse...

Depois de mais uma boca vergonhosa, deixo aqui o cumprimento da minha promessa: acabou-se o Cinema Notebook e acabou-se a Take para mim. É lamentável...

Miguel Reis (Knoxville) disse...

Caro Nuno, vivemos num país livre. A decisão é sua. Escrevo em função do que penso e não das reacções adversas que posso provocar. Não lamento que abandone o Cinema Notebook, mas sim a Take, que está longe de ser um produto só meu. Either way, it's your call.

Fernando Ribeiro disse...

Muito obrigado pela divulgação. Em nome do Ante-Cinema posso dizer que iremos fazer de tudo para que este tipo de iniciativas continuem. Temos de acreditar que artigos como estes e como os da Take, levam os portugueses ao cinema. Mais uma vez obrigado.

Abraço.

Ricardo disse...

Eu pessoalmente nao vejo nada de errado com o traduzir entrevistas - caramba, se a premiere mae tem acessos que os media portugueses nao conseguem ter, por que nao utiliza-los? Aquilo que de facto me tem irritado na premiere e a qualidade geral da revista que tem decrescido a olhos vistos nesta segunda serie, com erros grosseiros de edicao uns atras dos outros. Assim sendo, fico muito feliz que outras alternativas se tornem cada vez mais profissionais e fica a promessa de que quando houver versao impressa da take, la estarei todos os meses para adquirir o meu exemplar :)

Miguel Domingues disse...

Não damos para todas na Take? Fala por ti :p LOL

Anónimo disse...

Zé Pedágio

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...