domingo, janeiro 02, 2011

Take 25 - Edição Especial


Uma Take Reciclada

Muitos meses passaram desde que a Take, no seu formato primordial - a revista de publicação gratuita online mais lida e descarregada em Portugal – deu sinais de vida. A edição de Junho, a vigésima quinta da nossa curta mas recheada história, abriu portas a uma interrupção de vários meses, tão inesperada quanto necessária, devido a problemas pessoais e profissionais de membros da nossa equipa cuja substância pouco importa agora. A meio vapor, continuámos ainda assim a marcar presença no Facebook, com passatempos, notícias, trailers e toda a actualização cinematográfica que achamos ser pertinente para os nossos mais de onze mil (11!) seguidores, bem como a “dar cinema” através da parceria com a impressa Magazine.HD, numa dúzia de páginas mensais que foram servindo para matar saudades deste vício tão trabalhoso quanto delicioso.

Mas durante estes seis meses de paragem, os artigos, as entrevistas, as críticas, as reportagens e tudo o mais o que os nossos fiéis colaboradores foram escrevendo continuou a entrar, quase diariamente, pela nossa redacção virtual a dentro. E porque muito desse material rapidamente ficou datado e ultrapassado, sentimos que seria injusto para a equipa pedir-lhes agora para recomeçar do zero, atirando para o caixote do lixo parte da sua inspiração e pedindo-lhes, uma vez mais, esforço e dedicação por uma causa independente, uma paixão sem outro retorno que não o simbólico. Daí ter surgido a ideia de, antes de voltarmos melhores do que nunca, com novas ideias e algumas surpresas, paginarmos uma edição muito especial, que junta o que de melhor devia ter sido publicado na Take durante os últimos meses. Sem retoques temporais, apenas os conteúdos na sua forma mais pura. Uma breve viagem durante o último meio ano, para a frente e para trás, página após página.

2011 será um desafio constante, que ditará o futuro da nossa revista. Numa altura em que as “tablets” começam a invadir o nosso mercado, queremos chegar a muitos mais milhares, através de uma plataforma que parece ter sido criada a pensar em nós. Em Fevereiro faremos três anos de vida, mas se pudéssemos trincar já as velas, o nosso desejo seria apenas um: voltar à regularidade e qualidade que transformaram a Take numa “marca” respeitada e conhecida dos cinéfilos portugueses. E contamos com a vossa ajuda para tal.

http://take.com.pt/

Nota: Caso não ocorra nenhum contratempo, a Take Cinema Magazine volta renovada e cheia de força, mês após mês, a 8 de Fevereiro, dia em que comemora três anos de existência. Que os Deuses - que é, como quem diz, Al Pacino, Hitchcock e outros - estejam connosco e permitam muitas mais edições de qualidade, a um ritmo constante.

2 comentários:

Eduardo Castro Fonseca disse...

Parabéns por mais uma Take.

Estava a ler a revista e a pensar o quão curiosa é a secção "Crítica- Frente a Frente". O objectivo talvez seria fazer pensar que a opinião de alguém é algo bastante relativo, mas deixou-me com a sensação de que às vezes existe uma enorme falta de noção.

Que 2011 seja bonzinho para vocês e que consigam lançar todos os números quanto desejarem. Estarei aqui para os ler.

Miguel Reis (Knoxville) disse...

Obrigado Eduardo pelas simpáticas palavras. Não percebi bem foi o teu elogio/crítica aos Frente-a-Frente. Care to explain? ;) Um abraço.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...