sexta-feira, abril 08, 2011

Uma.... Duas. Três! Quatro!?! Cinco???


Quatro revistas de cinema num quiosque perto de si. Algo impensável há poucos meses atrás neste nosso pequeno Portugal, uma realidade agradável de concorrência saudável hoje em dia. O que é desconcertante? Receber um convite para participar numa quinta revista, outra "adaptação internacional", numa postura de que, tal como defendia Shakespeare, "as águas correm mansamente onde o leito é mais profundo". Recomendados dois outros bloggers, a proposta de colaboração foi gentilmente recusada, obviamente, devido à minha forte ligação sentimental e editorial à Take. Tem esta última ainda espaço e objectivo de existir num mercado tão rico e fértil, quando nasceu exactamente para combater o oposto? Não sei. O futuro o dirá.

2 comentários:

Nuno disse...

Quando saiu a Empire eu preveni que viriam mais. Quando saiu a Total eu preveni que viriam mais.
Dizes que vem aí mais uma e pessoalmente desejo que seja a Variety pois tem feito um trabalho incrível.
Continuo a dizer que não há mercado para todos e aviso que ainda não acabou por aqui.

Quanto à Take terá sempre espaço :)

Miguel Reis (Knoxville) disse...

Não é a Variety (pelo menos não é a que falou comigo). Ao contrário de ti e da maioria, acho que há mercado para todas, num país que também tem espaço para 4 ou 5 revistas de pesca, 4 ou 5 revistas de caça, 4 ou 5 revistas de tecnologia etc etc.

Grande abraço.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...