terça-feira, abril 16, 2013

Roger Ebert - Os Melhores e os Piores (VI/X)

O seu filme favorito era "La Dolce Vita", de Federico Fellini, mas considerava "Citizen Kane", de Orson Welles, a obra mais importante da história do cinema. Mesmo detestando a elaboração de listas cinematográficas, em 2012 contribuiu para uma votação da conceituada Sight and Sound com oito outros filmes no seu top 10 vitalício: "2001: A Space Odyssey"; "Aguirre, the Wrath of God"; "Apocalypse Now"; "The General"; "Raging Bull"; "Tokyo Story"; "The Tree of Life"; e "Vertigo". O seu actor preferido era Robert Mitchum e a sua musa Ingrid Bergman. Desde dos finais dos anos sessenta que elegeu para o Chicago Sun Times aquele que considerava ser o melhor do ano; eis a lista completa:

1967: Bonnie and Clyde | 1968: The Battle of Algiers | 1969: Z | 1970: Five Easy Pieces | 1971: The Last Picture Show | 1972: The Godfather | 1973: Cries and Whispers | 1974: Scenes from a Marriage | 1975: Nashville | 1976: Small Change | 1977: 3 Women | 1978: An Unmarried Woman | 1979: Apocalypse Now | 1980: The Black Stallion | 1981: My Dinner with Andre | 1982: Sophie's Choice | 1983: The Right Stuff | 1984: Amadeus | 1985: The Color Purple | 1986: Platoon | 1987: House of Games | 1988: Mississippi Burning | 1989: Do the Right Thing | 1990: Goodfellas | 1991: JFK | 1992: Malcolm X | 1993: Schindler's List | 1994: Hoop Dreams | 1995: Leaving Las Vegas | 1996: Fargo | 1997: Eve's Bayou | 1998: Dark City | 1999: Being John Malkovich | 2000: Almost Famous | 2001: Monster's Ball | 2002: Minority Report | 2003: Monster | 2004: Million Dollar Baby | 2005: Crash | 2006: Pan's Labyrinth | 2007: Juno | 2008: Synecdoche, New York | 2009: The Hurt Locker | 2010: The Social Network | 2011: A Separation | 2012: Argo.

Os piores? Bem, a lista seria incontável. Ebert tinha uma facilidade enorme em destruir de forma muitas vezes hilariante qualquer filme que detestasse. À custa desse talento, lançou três livros especialmente dedicados a críticas de zero e uma estrelas: "I Hated, Hated, Hated This Movie", "Your Movie Sucks" e "A Horrible Experience of Unbearable Length: More Movies That Suck", basicamente colectâneas de algumas das suas mais ácidas análises cinematográficas aos longo dos anos. Escolher um ou outro título seria relativo, pelo que vos deixo uma lista no seu próprio blogue com alguns deles. E sim, viram bem, "The Usual Suspects" e "The Village" estão por lá.

3 comentários:

Arm Paulo Fer disse...

Ainda assim era daquele tipo de critico que mesmo a dizer mal apontava ainda alguns pontos interessantes de obras menos cativantes. Arranjava sempre alguma coisa positiva...

Sam disse...

A sua inimizade por OS SUSPEITOS DO COSTUME será sempre o meu "ponto de discórdia" com Roger Ebert :D

Parabéns por este magnífico trabalho de homenagem!

Abraço.

Carlos M. Reis disse...

Armindo, acima de tudo, era um crítico com perspectiva. Ou seja, sabia criticar e classificar um filme dentro do seu género e não de acordo com o seu género, como acontece muito, por exemplo, em Portugal, onde cada blockbuster é corrido a bolinha preta ou uma estrela, como se fosse tudo farinha do mesmo saco. Abraço.

Sam, coloquei-o cá entre os exemplos mesmo a pensar em ti ehehe! Thanks, abraço!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...