domingo, março 15, 2015

Afinal não foi o Charco do Mexilhão

Boa surpresa o Shark Tank português. Fiel ao original, sem invenções de apresentadoras como tinha sido inicialmente anunciado, muito dinheiro a ser movimentado. Um programa de valor, com valor e que traz valor, não envergonhando nada nem ninguém no horário nobre com palhaçadas, pancadaria e discussões. Só não percebi como é que um "empreendedor" recusa 500 mil euros por 70% da empresa mas aceita a mesma quantia pela totalidade do negócio. É caso para dizer que além de tubarão, houve também gato. Favoritos? Tim Vieira - o museu do erotismo não lhe dá tesão - e Susana Sequeira.

3 comentários:

João Miguel disse...

Nos 500 mil por 70%, esse dinheiro seria para investir na empresa. Nos 500 mil pela totalidade, o homem ficava com o dinheiro para ele e pronto; compra directa.

Sofia Santos disse...

tenho que espreitar

Carlos M. Reis disse...

João Miguel, compreendido. Mas não deixa de ser estranho ainda assim, já que o mesmo afirmava que em menos de um ano teria as dívidas todas pagas. E ao vender 100% perde a propriedade do armazém, etc etc, tudo o que estava em nome da empresa. Obrigado pela explicação, abraço.

Sofia espreita, não custa e passa rápido. Beijinhos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...