quarta-feira, novembro 17, 2004

Fargo (1996)

Inteligentemente mórbido e supostamente baseado numa história veridíca, Fargo é uma espécie de história "a le" Pulp Fiction, onde um vencedor de carros com problemas monetários (William H.Macy) contrata dois criminosos (Steve Buscemi e Peter Stormare) para estes raptarem a sua mulher e dividirem o dinheiro do resgate do sogro entre os três. Fargo tenta ser uma comédia negra, mas séria. Na minha opinião não consegue ser as duas. Uma coisa é fazer uma comédia negra, outra fazer um filme sério. Para mim, existe sim um tipo de humor absurdo durante todo o filme. Mesmo baseado em acontecimentos reais, é difícil levar este filme a sério. Porquê? Porque não existem personagens substanciais, que nos toquem. Todos são puras caricaturas das vários tipos de figuras humanas que por aí existem.

É fácil admirar o que os Coen tentam fazer em Fargo, mas dificil gostar do filme. A ausência de limites nos acontecimentos dramáticos e nas personagens, fazem com que Fargo seja mais um exercício intelectual do que um filme marcante. Sim, eu sei que 95% dos que já viram o filme, consideram-no uma obra prima. Basta ver a sua média no IMDb. Os Coen partilham o gosto por diálogos originais de Quentin Tarantino... mas não conseguem chegar nem por sombras ao nível deste. O que conseguem sim é uma brilhante fotografia, muito em torno do frio e da neve. O filme acaba e nada mais ficou em mim que um sentimento vazio que estive a ver um filme completamente sem objectivo e sentido nenhum, que deixa praticamente tudo por explicar: O que acontece à pasta que foi enterrada com o dinheiro? O que acontece ao chinoca que aparece no filme? Para que é que ele sequer apareceu no filme? Enfim, decidi fazer esta critíca porque todos consideram Fargo uma obra-prima. E eu não o percebo. Repito, percebo a sua intenção e acho um filme inteligente. Mas ter uma boa ideia não basta.

8 comentários:

Anónimo disse...

I have been looking for sites like this for a long time. Thank you!
meridia auerhahn 68 transsexuals breast augmentation forex buy sell signals adipex mitsubishi ups representative biweekly calculator mortgage payment debt collection service body jewelry airfare mini cooper security wheel nuts free insurance quote

Anónimo disse...

What a great site
» »

Anónimo disse...

Fargo é um dos melhores filmes dos anos 90 e talvez o melhor dos coen. Agora acho despropositado qualquer comparação com Tarantino. Sao cineastas completamente diferentes. O filme é uma obra prima pois consegue albergar varios generos sem ficar preso a qualquer convenção como há muito exemplos por aí sem o equilibrio e a maturidade deste. Confesso que da primeira vez que o vi tambem fiquei um pouco reticente relativamente à aclamação deste filme, mas a cada projecçao vai ganhando uma nova mistica e uma nova vida. E é isso acima de tudo que define uma obra-prima... Pelo Menos em termos pessoais.

Apesar de nao concordar com muitas das tuas criticas gosto do teu site :)

tozesousa83@hotmail.com

Carlos M. Reis disse...

Antes de mais, obrigado pelas palavras Tozé Sousa. Fargo foi uma das primeiras críticas que fiz para este blogue, e mostra um "eu" muito verde ainda. Gostei bastante do que escreveu. Um abraço.

Cataclismo Cerebral disse...

É um bom filme, mas muito sobrevalorizado. Quanto à Frances está bem na sua personagem, mas Óscar?

Abraço

Carlos M. Reis disse...

Não me recordo, de momento, das opositoras de então. Só revendo os títulos e as performances em questão.

Um abraço!

Anónimo disse...

concordo com o cataclismo cerebral
frances está boa no seu papel, mas não está nada de especial para o oscar, mas quem entende a academia de holywood?...

quanto ao filme, penso que é um bom filme, mas nada de especial
pobre william h. macy...
cumprimentos

p.s.- knoxville, tenho bastante curiosidade sobre as tuas preferencias no cinema, por isso aqui está o meu mail para coversrmos melhor, se me quisers dar o teu, agradecia...
lol!!
ruifranciscopereira@gmail.com

Jackie Brown

Carlos M. Reis disse...

O meu mail é Cinemanotebook@gmail.com. Qualquer coisa, força :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...