terça-feira, janeiro 04, 2005

Open Water (2003)

Baseado em factos reais, "Open Water - Em Águas Profundas" é a história de um jovem casal, Susan (Blanchard Ryan) e Daniel (Daniel Travis), que gozam umas merecidas férias numa ilha paradisíaca – o excesso de trabalho começara a reflectir-se na sua relação. Na manhã seguinte, o casal prepara-se para embarcar no "Reef Explorer" com um grupo de veraneantes, para um mergulho no recife. Recebidas instruções para o mergulho, o casal afasta-se do grupo para explorar o fundo do mar. Devido a uma série de pequenos mal-entendidos e uma equipa distraída, o casal é acidentalmente deixado para trás. O que acontece a seguir é o pior cenário possível: com frio, abandonados a milhas da costa, à deriva num mar infestado de tubarões…

"Open Water - Em Águas Profundas" é um terrível retrato dos mais primitivos receios do Homem, do instinto de sobrevivência, lembrando-nos sempre a fragilidade e vulnerabilidade do Homem face ao imenso e indiscriminado poder da natureza. Até aqui tudo bem. Mas o que podia ter acabado como um filme de culto para os amantes do género, acabou por se tornar um "wannabe" de "Blair Witch Project" mas no meio do oceano. Apesar de bastante curto (pouco mais de 1 hora), o filme acaba por se tornar aborrecido. Tentam matar essa sensação com conversas da "treta". Faltou-lhe uma narrativa ao nível da premissa, para este se tornar um verdadeiro filme de terror. Salva-se pelo grande final, inesperado, mas muito, muito elegante e que nos deixa a pensar. Mesmo com baixo orçamento, este filme podia ter sido muito melhor. Faltou-lhe no argumento a genialidade da ideia.

1 comentário:

Anónimo disse...

Excellent, love it! » »

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...