segunda-feira, outubro 04, 2010

Cop Out (2010)

Paul (Tracy Morgan) e Jimmy (Bruce Willis) são parceiros de trabalho na Polícia de Nova Iorque e, apesar dos seus métodos de trabalho em grupo pouco convencionais, acabam quase sempre por produzir bons resultados. Mas quando ambos são suspensos devido a uma investigação em curso, Jimmy decide compensar a falta corrente de ordenado com a venda de um cartão de basebol que tinha desde miúdo, de forma a conseguir pagar o casamento da filha. No entanto, no momento da venda, a loja de velharias é assaltada e o valioso cartão acaba por ir parar às mãos de um poderoso barão de drogas da zona. Desesperado a obtê-lo de volta, a dupla de polícias suspensos aceita fazer uma missão para os mafiosos – encontrar um carro roubado -, quebrando todas as regras em total segredo das autoridades.

Cop Out” é uma tentativa falhada de ressuscitar os “buddy-cop movies”, tão em voga nos anos oitenta. Previsível, pautado por um humor seco e com interpretações sofríveis da dupla principal - Bruce Willis em piloto automático, como que a fazer um favor a alguém e Tracy Morgan, que dê por onde der, não consegue ter outra faceta que não a que criou enquanto comediante do "Saturday Night Live" entre 1996 e 2003, e que estendeu para a série “30 Rock” -, nem a realização do conceituado Kevin Smith, adorado e respeitado por milhões graças a filmes de culto como “Clerks” ou “Dogma”, traz frescura, vigor e descaramento a um guião tão pobre quando desequilibrado. Destaque positivo apenas para a cena inicial de interrogatório, com incontáveis referências cinematográficas espirituosas, como aos poucos – mas deliciosos – momentos em cena de Seann William Scott, quem em escassos minutos arranca mais sorrisos que Willis e Morgan em quase duas horas de fita. Caricatamente, “Cop Out” teve estreia marcada em Portugal, título – “Não Chamem a Polícia!” e página oficial em português, mas acabou por desaparecer misteriosamente do radar, sem ninguém saber o que vai ser feito dele. Felizmente, não se perde nada de especial.

5 comentários:

Manuel Reis disse...

O filme vai ser lançado directamente em DVD. Já há posters nos videoclubes. ;)

Dezito disse...

Foi um bocado embaraçoso ver o Bruce Willis. Até me fez saudar o pouco saudoso Hudson Hawk...

Nuno Pedro Fernandes disse...

Já o vi em Blu-Ray, edição tuga, na FNAC.

MAR disse...

Tenho que dizer que discordo. Não achei que fosse assim tão mau. Pareceu-me francamente divertido e que a passividade de Willis contrastava bem com o overacting cómico de Morgan. Para além disso, começa de maneira hilariante a acaba com uma cena de morrer a rir (já com os créditos finais a rolar).

Miguel Reis (Knoxville) disse...

Ei... Hudson Hawk é um clássico "cool" do Bruce Willis :P Proibidos de falar mal dele neste blogue!!! ;)

Também já o vi por aí à venda. Saltou directamente para as lojas.

Cumprimentos a todos, obrigado por partilharem a vossa opinião.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...